quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

É hoje! Processo de migração AM-FM é iniciado no Brasil

Hoje é um dia importante e histórico para o rádio brasileiro, em especial para o rádio AM. O processo de migração AM-FM será iniciado neste dia 25 de fevereiro, com a apresentação dos documentos das migrantes, possibilitando a emissão de boletos de pagamentos das futuras outorgas em FM e, mais para frente, os processos técnicos de ida ao ar. Nesta etapa está o chamado “primeiro lote”, composto por 954 emissoras AMs migrantes que vão ocupar uma sintonia no “FM convencional”, apelido dado à faixa compreendida entre 88.1 FM e 107.9 FM. Já o prazo para quem está no “pacotão do FM estendido” será a partir de junho. Acompanhe:
Conforme noticiado anteriormente pelo Tudo Rádio, a partir de hoje (25) as emissoras que estão no “primeiro lote” precisam apresentar toda a documentação exigida pelo Ministério das Comunicações. Aprovada a documentação, serão emitidos os boletos de pagamentos para a nova outorga em FM. A partir da emissão o radiodifusor migrante terá 90 dias para quitar o valor de forma integral (é importante prestar a atenção na data de vencimento do documento). A etapa será finalizada no dia 24 de maio, data limite para a apresentação da documentação exigida. Quem falhar em algum documento ou não quitar o valor, será remanejado para o “lote residual”, que é o mesmo das migrantes AMs que ocuparão uma sintonia em FM estendido (76 a 87 MHz).
O “segundo lote ou residual” terá o seu prazo iniciado em 25 de junho, indo até 23 de setembro. O processo é parecido com o iniciado hoje e contará com as emissoras que migrarão para o FM estendido (em regiões que não contam com espaços no FM “convencional”) e também com as migrantes que por algum motivo não concluíram a etapa no “primeiro lote” (iniciada hoje)
Até o dia 15 de março o Ministério das Comunicações deve emitir cerca de 200 boletos de migrantes que vão operar em FM convencional, relacionados às estações AMs das regiões Norte e Nordeste, conforme informação repassada durante a sessão aberta realizada pela AESP em São Paulo. Importante relembrar que a partir do recebimento serão 90 dias para a quitação do valor.


Fonte: Tudo Rádio

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário